quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Massacre de calinadas - tagarela's style



do lado de cá: "...o senhor é familiar da dona "Gertrudes"?"
do lado de lá: "Acha? Com esta voz? Só se eu fosse transexual..."

do lado de lá: "...eu quero é trocar a pokerbox..."

do lado de lá: "...eu tenho a Cabozon e gosto muito..."

do lado de lá: "...eu tenho um cancro... mas já fui intervencionado..."

do lado de lá: "...ainda ontem vocês cá estiveram em minha casa... resolveram o barulho da chuva..."

do lado de lá: "...eu não tenho internetus..."

do lado de lá: "...peço desculpa não estou a ouvir muito bem, estou a ouvir a conversa um bocado liquida..."

do lado de lá: "...eu estou sonâmbulo neste momento... não atendo ninguém..."

do lado de lá: "...vocês parecem o fumo de queimar os pneus..."

do lado de lá: "...e se fosses levar na c#% ... ganhavas mais dinheiro..."

do lado de lá: "...então e olhe lá... o que são chamadas gratuitas?"

do lado de lá: "...não posso falar... estou constipada e com temperatura..."

do lado de lá: "...ai... mais canais não me interessa que eu não sou boa ouvinte de televisão..."

do lado de lá: "...então mas assim há coisas que não entram no pacote..."

do lado de cá: "Estou sim?"
do lado de lá: "Também eu."

do lado de lá: "...eu só tenho o normal... a televisão, o telefone... e a pomobox..."

do lado de lá: "...eu não posso ter Internet... tenho uma casa muito pequena para isso... mal tenho espaço para a televisão..."

do lado de lá: "...até é uma vizinha minha que me vem aqui lavar por baixo, que eu só posso com a mão direita... pela frente e por trás... mas depois com a outra mão, não consigo segurar a bengala..."

1 comentário:

Close up! disse...

Ah,ah!
Excelente!